sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Meu Sol


Esta noite, vou mergulhar no Mar
Pescar o Sol com um fio de Luar

Falar-lhe de Ti e do nosso Amor
Dizer-lhe que sem Ti, me falta calor

Que os braços Teus são raios de Luz
E de tantos olhares, só o Teu me seduz

Que só no Teu corpo descubro prazer
E só dos Teus lábios, eu quero beber

Que fazes nascer flores no meu peito
E que o Nosso Amor, é mais que perfeito

Que o resto do mundo podia acabar
Porque é só Contigo que eu quero ficar

Pedir-lhe por fim que não tenha ciúme
Porque o Sol é cheiro, mas Tu és perfume

Esta noite, vou mergulhar no Mar
Pescar o Sol com um fio de Luar

Ensinar-lhe o caminho da Tua janela
Pedir-lhe que vá, e se pendure nela

5 comentários:

Brisa em ti disse...

excelentes rimas, sobretudo a penúltima...de facto, o ciúme é corrosivo.

maré disse...

o amor pode ser a dor maior

ou
o sol
o universo

pode ser

______

bjs

.::Borboleta::. disse...

nao procures a tua menina que está escondidinha no teu coração, deixa que ela naturalmente acorde e comece a falar por si...
que poema maravilho...
o mar... é o meu maior cumplice
beijinhos

susaninha disse...

Mata a sede nos labios de quem tanto queres...
...Vais dar-lhe o sol?
para que se em ti já tem toda a luz,
todo o calor...
:))) lindo poema

Beijos

Som do Silêncio disse...

Tão bonito!
Gostei muito...

Bjs,
Som